segunda-feira, 11 de julho de 2011

Excesso de treino físico oferece riscos à saúde

Overtraining resulta do exagero de exercícios e período de recuperação inadequado.

Queda de desempenho ou rendimento durante o treino, diminuição no apetite, aumento da incidência de lesões, insônia e cansaço podem ser consequências de overtraining, resultado do desequilíbrio físico e mental ocasionado pelo excesso de atividade física associado ao tempo de repouso inadequado.

O educador físico e personal trainer Victor Costa Nogueira, da academia Espaço Fit, explica que o overtraining sempre foi mais comum entre atletas que se submetiam a treinos intensos para aprimorar o rendimento dentro de competições, mas que a sua ocorrência tem sido cada vez mais frequente dentro das academias.

"Esse excesso de treino físico, junto com uma recuperação inadequada, acaba sendo o resultado obtido por aqueles que buscam a perfeição do corpo em um curto espaço de tempo. Impacientes para aguarda r as respostas do corpo, acabam exagerando na carga e intensidade dos exercícios", diz Victor.

De acordo com o educador físico, é preciso estar sempre atento para os sinais que o organismo apresenta durante e após o treino, assim como adotar um programa adequado para cada condicionamento físico, com aumento gradual de carga e intensidade para cada tipo de exercício.

Professora treina quatro vezes por semana

Aluna assídua há dois anos, a professora Juliana Marchesi Profeta, 38 anos, frequenta a academia pelo menos quatro vezes por semana e ainda gosta de caminhar com o marido nos finais de semana. Segundo ela, o treino físico quase diário representa um momento em que ela se sente muito bem, mas que se mantém atenta para nunca exagerar na dose com os exercícios.

"A primeira dica para manter uma rotina saudável na academia é procurar orientação de um profissional de educação física. No meu caso, ele recomendou uma hora de treino diário, alternando exercícios aeróbicos e de musculação tudo com intensidade e cargas compatíveis com os meus limites".

Outra recomendação que a professora segue à risca é o período necessário para o descanso de sua musculatura. Manter a alimentação correta também a ajuda a dar melhor disposição para malhar no dia seguinte.

"Não há um dia em que sinto preguiça. Mas preciso me manter disciplinada. Gosto tanto de me exercitar que se deixar eu faço além do necessário para o meu corpo", reconhece.

Dicas Para Malhar Bem

:: O overtraining, ou o excesso de excercícios, é o resultado de treino com exagero de carga e intensidade associado ao tempo inadequado de recuperação.

:: Excessos podem ocorrer quando há uma busca imediata, e sem orientação, em obter a perfeição do corpo, como músculos desenvovidos, no caso dos homens, ou o emagrecimento, no caos das mulheres.

:: Observar o próprio comportamento durante e após o treino pode ajudar a detectar casos de overtraining. Alterações no desempenho físico na academia, falta de estímulo para treinar, sensações de fraqueza durante e após o treino e aumento do caso de lesões estão entre os sintomas.

:: Também são outros sintomas a perda de apetite, aumento da frequência cardíaca, redução exagerada de peso, diminuição da imunidade do organismo com o aumento do risco de infecções, gripes e resfriados e até depressão, em casos mais acentuados.

:: O primeiro passo para evitar o overtraining é procurar orientação de um educador físico. Somente ele pode indicar a modalidade esportiva ou o programa de treinamento adequado para as suas características, objetivos e condicionamento físico.

:: Iniciantes na academia devem começar de forma mais moderada, em treinos com duração média de uma a uma hora e meia por dia e até três vezes por semana.

:: Cada programa deve ter a sua intensidade e o uso de cargas elevado gradualmente e sempre compatível com a superação dos limites de cada aluno.

:: Além do tempo médio de duração, é preciso respeitar o tempo mínimo de descanso do corpo, que deve ser de 24 horas.

:: Manter uma boa qualidade do sono é outro fator que reflete na qualidade dos exercícios. Oito horas é o período recomendado.

:: Hidratação e boa alimentação também ajudam a manter uma rotina mais saudável.

Por Maria Fernanda Rodrigues, Jornal Cidade.com.br, via Portal da Ed. Física
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ideias.

Postagens Recentes: