segunda-feira, 30 de maio de 2011

Resolução da ANS propõe descontos nos planos de quem cuida da saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está propondo uma reforma na relação entre os planos de saúde e os associados. O objetivo é estimular hábitos saudáveis entre os brasileiros, recompensando os que se cuidam.

A idade chegou e com ela duas doenças crônicas. Só depois da aposentadoria, Seu Luiz passou a fazer exercícios regularmente. Faltou estímulo pra começar mais cedo: “Hoje o pessoal da terceira idade tem de se aprimorar nessa parte de se exercitar”, contou.

O incentivo para uma vida mais ativa e saudável, com menos riscos de doença na velhice, poderá vir, agora, justamente dos planos de saúde. Não se trata apenas de programas de orientação ou ir mais vezes ao médico. Quem estiver disposto a se mexer pode até pagar mais barato nas mensalidades.

A resolução da Agencia Nacional de Saúde entra em consulta pública na semana que vem e só deve valer a partir de agosto. Clique aqui para mais informações.

Todos os segurados de planos de saúde, de qualquer idade, poderão ser beneficiados com descontos de até 30% nas mensalidades. Será preciso aderir, por exemplo, a programas de exercícios, de treinamento com nutricionistas sobre alimentação ou de acompanhamento psicológico para largar o cigarro.

As operadores dos planos também poderão oferecer prêmios, como remédios de graça, planos odontológicos sem custos e até matrícula em academia de ginástica.

“O que a gente quer é inverter a lógica existente no sistema hoje. Hoje a lógica é de pagar a doença, cuidar da doença. O que a gente quer é cuidar da saúde e pagar pela saúde. Isso é o principal”, destacou a gerente de Regulação Assistencial da ANS Marta Oliveira.

A boa forma de Seu Saul é resultando de uma vida inteira cuidando do corpo, mas ele sabe que sem estímulo não teria chegado aos 77 anos tão bem.

Segundo a ANS, os planos de saúde não serão obrigados a adotar os programas. A Federação Nacional de Saúde Suplementar, que representa 15 grupos de operadoras privadas, informou que vai examinar os termos da consulta pública e que apresentará sugestões.

Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ideias.

Postagens Recentes: