quinta-feira, 21 de abril de 2011

Escolas brasileiras deverão oferecer alimentação saudável na merenda


As escolas da rede pública e particular deverão oferecer alimentação saudável, segundo projeto aprovado na CAS (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado nesta quarta-feira (13).

De autoria do ex-senador Sergio Zambiazi (PTB-RS), a proposta fixa normas para a oferta de uma merenda saudável nas redes de ensino. Também prevê que deverá ser oferecido um programa alimentar específico para crianças e adolescentes portadores de doenças relacionadas ao metabolismo, como diabetes, hipertensão e problemas renais.

A inclusão desse programa partiu de uma sugestão do senador e médico Paulo Davim (PV RS). A relatora, senadora Lucia Vânia (PSDB-GO), agradeceu a emenda apresentada.

"Consideremos extremamente necessário contar com uma norma legal que disciplina a oferta de alimentos aos estudantes das escolas de ensino infantil, fundamental e médio tanto nas escolas públicas quanto privadas Do ponto de vista de saúde das crianças e adolescentes o projeto representa importante medida de proteção e merece nosso total apoio", disse.

O projeto será agora enviado para analise da Comissão de Educação do Senado, de onde poderá seguir para a Câmara dos Deputados.

Segundo o texto aprovado, deverão ser levados em consideração os hábitos alimentares regionais; estimulada a criação de hortas para atividades educativas e produção de alimentos na própria escola, e devem ser incentivadas boas práticas de manipulação de alimentos no ambiente escolar. A situação nutricional dos alunos também deverá ser monitorada.

Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ideias.

Postagens Recentes: