quinta-feira, 31 de março de 2011

Políticas de esporte beneficiam 3 milhões de jovens nos Jogos Rio 2016

Educação aliada ao esporte é o legado que a juventude brasileira receberá com as Olimpíadas 2016. Com a meta de atingir 3 milhões de estudantes nos próximos quatro anos, uma parceria interministerial trabalha para universalizar o esporte no Brasil, com ações que promovem o esporte educacional como fator de inclusão social.

Com base nessa política, o Ministério do Esporte integrou o Programa Segundo Tempo ao Mais Educação, do MEC, uma forma de unir políticas de esporte às de educação. O Segundo Tempo, além de democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte, tem como público alvo as crianças e adolescentes expostos a riscos sociais, de forma a promover o desenvolvimento integral desses jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, priorizando as áreas de vulnerabilidade.

O programa Mais Educação foi criado em 2007, mas a parceria com o Segundo Tempo aconteceu em 2009, com a adesão de 1.148 escolas do programa em 2010, para atender cerca de 370 mil estudantes. Com a ampliação do Segundo Tempo no Mais Educação, o Ministério do Esporte pretende beneficiar 1,7 milhão de estudantes até agosto deste ano.

Em 2008, o Mais Educação chegou a capitais e municípios das regiões metropolitanas com mais de 200 mil habitantes com índice de desenvolvimento da educação básica (IDEB).Em 2009, foram selecionados os municípios da Operação Arco Verde, do entorno do Distrito Federal e do estado de Goiás, da região metropolitana de São Paulo e Rio de Janeiro.

Em 2010, a execução do Mais Educação aconteceu com a inclusão dos municípios localizados em nove regiões metropolitanas, ou seja, municípios do grupo das grandes cidades, com mais de 90 mil habitantes e universalização das cidades de Nova Iguaçu, Apucarana, Palmas e Governador Valadares. Este ano, o programa atenderá às escolas em municípios com mais de 18.844 habitantes, no sul do estado da Bahia, região com maior índice de exploração do trabalho infantil e também escolas da cidade de Queimada, na Paraíba.

Segundo informações do Ministério do Esporte, a sinergia entre os dois programas do governo federal, somada aos orçamentos dos governos estaduais e municipais, ampliará a permanência dos alunos na escola.


Por Cleide Passos, Portal esporte.gov.br, retirado do site Portal da Ed. Física, http://www.educacaofisica.com.br/noticias/politicas-de-esporte-beneficiam-3-milhoes-de-jovens-nos-jogos-rio-2016
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ideias.

Postagens Recentes: